Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 


Estratégia de integração da saúde e educação

Na última quinta feira, dia 07, a equipe multiprofissional da UBS de Indiaporã, composta pelo NASF, Terapeuta Ocupacional e Enfermeiros estiveram na escola municipal Prof. Othaydes Luiz Arantes, no qual foi realizada uma simulação de acidente.

 

Com a participação de profissionais da Educação, da Unidade Básica e do Pronto socorro, uma das funcionárias da escola simulou uma queda e com isso esperou-se quais as providências tomadas pelos demais funcionários e a reação dos alunos.

 

Segundo as profissionais da saúde, foram detectadas possíveis “falhas” no atendimento á vítima e pode-se assim orienta-las corretamente. Já com as crianças puderam-se notar que muitas entenderam a mensagem como “não pode correr dentro da escola”, acreditando que corre-se o risco de machucar ou até mesmo ocasionar uma fratura.

 

O Programa Saúde na Escola (PSE) é uma política intersetorial da Saúde e Educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira e que se unem para promover a saúde. O PSE é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras. Ao decorrer do ano, várias ações serão desenvolvidas nas escolas municipal e estadual. Dentre as ações planejadas destacam-se:

·         Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti;

·         Promoção das práticas Corporais, da Atividade Física e do lazer nas escolas;

·         Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;

·         Promoção da Cultura de Paz, Cidadania e Direitos Humanos;

·         Prevenção das violências e dos acidentes;

·         Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação;

·         Promoção e Avaliação de Saúde bucal e aplicação tópica de flúor;

·         Verificação da situação vacinal;

·         Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável e    prevenção da obesidade infantil;

·         Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

·         Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS;

·         Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

 

Data: 11-02-2019 15:09:37